quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Pólis, Sua Formação e Conceito. Antiga Grécia

Por: Maykon Santos da Silva 1

            A pólis se constitui em um modelo de cidade grega, tendo grande importância até o domínio romana. Apesar de que a pólis não ter como forma original ilustração a cidade ou a cidade-estados, ou outras tantas formas de representatividade para denominar a urbanização, a pólis foi o conjuntos dos cidadãos, e não a configuração mediante do estado jurídico-civil. Porém de modo geral usamos a pólis ou as póleis para denominar as cidades da antiga Grécia, aonde se configuraram o processo da vida urbana e suas instituições sociais. Vale aqui destacar que Pólis também é compreendida com povos devidamente organizados, constituindo leis para reger a sociedade. Todas suas instituições eram elaboradoras por seus cidadãos (lembrando que o conceito de cidadão, não é o mesmo que conhecemos hoje na Grécia e tantas outras civilizações eram totalmente diferentes).
            Desde modo a Antiga Grécia encontrava-se dividias em várias cidades independentes, com diversos tamanhos tantos territoriais quanto populacionais, porém as Pólis (cidades) que se mais se destacam são Atenas e Esparta.
            Então a forma de instituição Estado para os gregos foi também chamada de Pólis, como uma configuração de aglomerados de cidadãos organizados em um Estado autônomo e autocrático, estes conjuntos de aglomerados formaram as Cidades-Estado da Grécia. Ressaltando novamente que a Pólis para os gregos não é a etiqueta para cidade, está denominação é moderna, a Pólis em sua base se refere principalmente aos cidadãos.
            Aproximadamente em 800 a.C. o mundo grega está basicamente dividido em aldeias, governada por famílias nobres, a única classe que detinha do poder político grego. Estas famílias dirigiam o bem comum da civilização grega, responsáveis pela justiça, a instituição que auxiliava o poder publico era a Assembleia que eram composta unicamente de guerreiros nobres.
             A formação da Pólis acontece neste momento histórico, a varias explicações para entender porque o processo acontece na Grécia, porém muitas das teorias são muito vagas pois, uma vez que o território grego em geral não eram muito distinto de outros povos da antiguidade. Podemos afirmar com mais certeza que a Pólis se desenvolveu em régios de fáceis acessos e comunicação a exemplo da região da Ásia Menor.
            Ao longo dos anos com o amadurecimento da Pólis, todas elas tinham suas próprias instituições. Porém houve varias alianças entre si dêem então criando as Cidades-estados, e de maneira geral estas Cidades-Estado eram rivais. Assim como na Póleis cada uma tinha sua própria maneira de governa, suas leis e moedas nas Cidades também foram desta forma.
            Estas Póleis apresentavam em suas principais atividades econômicas a agricultura e comércio marítimo e governadas pela nobreza e proprietários de grandes áreas. Somente esta pequena classe que era considerada cidadã, e deter do direito de se manifestar nas assembleias ou ocupar funções públicas.
            Porém com todo o poder concentrado da aristocracia grega, com o passar dos anos outras classes sócias também puderam participar das assembleias. Mas as mulheres, estrangeiros e escravos, estavam vetados do direito e participação nas assembleis.